Resultados encontrados: DÉCADA DE 1950

ABÍLIO CAIXETA DE QUEIROZ, FAMILIARES & AMIGOS

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Nascido em 22 de novembro de 1866 e falecido em 18 de janeiro de 1959, Abílio Caixeta de Queiroz foi um dos mais ricos fazendeiros da região. De uma religiosidade profunda e coração magnânimo, sempre se preocupou com realizações em benefício da coletividade. Com Monsenhor Fleury, a quem devotava grande amizade, carinho e respeito, se […]

ACERTOS FINAIS NA NOVA MATRIZ

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

O lançamento da pedra fundamental da nova Matriz ocorreu no dia 13 de junho de 1934, por S. Excia. Revma. Dom Luiz Maria de Santana, Bispo de Uberaba. Em 13 de junho de 1942 foi provisoriamente aberta ao povo e em 13 de junho de 1954, com acabamento interno, é aberta definitivamente. Em 23 de […]

AERO CLUBE

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

O Aero Clube de Patos de Minas foi fundado em 1951 e devidamente registrado em 27 de março de 1952. Seu primeiro presidente foi Abner Afonso de Castro. Tinha um hangar no antigo aeroporto que se localizava na região hoje compreendida pela Escola Estadual Zama Maciel e Cemig. A foto é da primeira metade da […]

ANTIGA RESIDÊNCIA DE CARLOS GUALBERTO AMORIM

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Em 1956, esta era a residência de Carlos Gualberto Amorim, sua esposa Alaíde e o então único filho Carlos Henrique. Carlos era um dos filhos de Carlos Gualberto de Amorim Júnior, o Zico Amorim, e Maria da Conceição Borges de Amorim, a Dona Mariquinha. O logradouro era denominado Rua 26. Através da Lei. N.º 346-A, […]

ANTÔNIO E JAIRO NOS ANDAIMES DA MATRIZ

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

O lançamento da pedra fundamental da nova Matriz ocorreu no dia 13 de junho de 1934, por S. Excia. Revma. Dom Luiz Maria de Santana, Bispo de Uberaba. Em 13 de junho de 1942 foi provisoriamente aberta ao povo e em 13 de junho de 1954, com acabamento interno, é aberta definitivamente. Em 23 de […]

AVENIDA GETÚLIO VARGAS APÓS ASFALTAMENTO

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

A Avenida Getúlio Vargas começou a ser asfaltada na administração do prefeito Vicente Pereira Guimarães (1948/1951), mais conhecido como Vicente Mandu, sendo asfaltado uma área de 30.000 metros quadrados de rua, com asfalto importado da Inglaterra. Em primeiro plano a Escola Normal fazendo esquina com a Rua General Osório. Seguindo na mesma calçada, na esquina […]

AVENIDA GETÚLIO VARGAS EM 1955

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Até 10 de novembro de 1938 a Avenida Getúlio Vargas era denominada Avenida Municipal. Foi a partir do Decreto-lei n.º 19, daquela data, que ela recebeu o nome atual. No governo Jacques Corrêa da Costa (1951-1955) alterou-se o nome para Avenida Liberdade. Porém, diante da insatisfação popular e negociação entre o Sindicato da Construção Civil […]

AVENIDA GETÚLIO VARGAS NA DÉCADA DE 1950

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Visão do alto da torre da Catedral de Santo Antônio. Das construções mais características, no lado direito a casa construída por Olegário Dias Maciel entre 1910 e 1915 (com seu busto em destaque no meio da praça, de 1936); logo a seguir (na esquina com a Rua Olegário Maciel), a casa construída por Antônio Dias […]

CARNAVAL DOS TEMPOS DO LANÇA-PERFUME

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Essa foto de 1955 registra um momento em que um grupo de rapazes está vestido com ternos iguais, bonés e com lança-perfume. Da esquerda para a direita: Purú, Quiabo, Gleuton, Alderico, Domingos, Alfredo, Maurício, Betinho e Gislaine. * Texto e foto: Patos de Minas Retratada: seu espaço, seu povo, sua cultura – sob coordenação do […]

CASA GOYAZ / ARMAZÉM LUPE

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 1950, FOTOS.

Neste imóvel localizado entre as Ruas Afonso Pena e Teófilo Otoni, na Praça Antônio Dias, funcionou a Casa Goyaz¹ (Queiroz Mello & Cia.), dos sócios Aurélio Caixeta de Melo, Abílio Caixeta de Queiroz, Olympio de Melo e Severino Neves. Não se sabe ao certo o tempo de atividade do comércio, mas Afrânio Caixeta de Melo […]