QUEIXA-CRIME CONTRA A PROSTITUIÇÃO EM 1987

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

A1O Presidente da Associação Comunitária N. S. das Graças, Pedro Lucas Rodrigues, apresentou queixa na Delegacia de Polícia da Comarca contra a Sra. Maria Neuza Soares, “Neusinha”, residente à Rua São Geraldo, 360, Bairro Cerrado, que mantem uma casa de prostituição naquele local.

Esta queixa apresentada ao Delegado de Polícia, Dr. Islande Batista foi acompanhada de um abaixo-assinado de moradores residentes próximo àquela casa, sendo que uma cópia da mesma foi enviada à Secretaria Municipal da Fazenda no sentido de não ser expedido o alvará de funcionamento.

Dias após a queixa crime, uma mesma cópia foi enviada também ao Exmo. Sr. Juiz da Vara Criminal da Comarca, Dr. Ediwal José de Morais relatando o fato, acompanhada de um ofício da Associação pedindo ao mesmo que não desse permissão no sentido de funcionamento.

Pedro Lucas disse à nossa reportagem que a queixa à Delegacia de Polícia, como também à Prefeitura foi datada de 19 de novembro de 1.987 e após seis dias, ou seja dia 25 de novembro, aquela casa de prostituição estava sendo usada pela primeira vez. Por sua vez, diz Pedro Lucas, a Polícia Civil iniciou as primeiras investigações, inclusive enviando policiais e viaturas para confirmar os fatos ali expostos e que foram confirmados. Este imóvel, situado à Rua São Geraldo é de propriedade do Sr. Francisco José de Souza que alugou para o Sr. Irajá de Souza, em contrato inicial em 01 de novembro de 87 e término em 01 de novembro de 1.989, sendo que o Sr. Irajá realugou para Maria Neusa Soares.

A reportagem do VOX esteve na delegacia de Polícia e recebeu do Dr. Islande batista a informação de que o processo está sendo agilizado, já sendo ouvidos o Presidente as Associação Comunitária N. S. das Graças, além de dois moradores do Bairro e Maria Neusa Soares, esta última a proprietária da casa de prostituição, devendo ser ouvidos no cartório da Delegacia da Comarca outros envolvidos na queixa crime apresentada pelo Presidente da Associação.

* Fonte: Edição de 20 de janeiro de 1988 da revista Vox Patos, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

* Foto: Arquivo.geledes.org.br.

Compartilhe