VW-SP – 1972

Postado por e arquivado em ANÚNCIOS, VEÍCULOS.

Em 1969 a Volkswagen do Brasil deu partida em um projeto independente, totalmente feito no país, para um carro esportivo de carroceria leve, o SP, lançado em 1972. O nome supostamente é uma abreviatura para São Paulo (outras fontes atribuem a sigla à Special Project ou Sport Prototype). Foi construído na plataforma da Variant, oferecido com o mesmo motor boxer de 1600cc, versão chamada de SP1, ou com um motor 1700cc, chamado de SP2. Este último desenvolvia 75cv, 160 km/h e fazia 10 km com um litro, e foi a versão que prevaleceu no mercado.

O SP1 logo saiu de linha, já na época do lançamento. Com baixo desempenho, ele não agradou. Esse problema viria assombrar o SP2 também. Na verdade, uma piada maldosa da época dizia que a sigla “SP” significava “Sem Potência”. Com um total de 10.207 unidades fabricadas até 1976 (670 deles exportados para a Europa), o carro agora é valorizado como um item de colecionador e os preços de um exemplar bem preservado podem ser bem altos.

Em 1972, a concessionária Volkswagen em Patos de Minas, Auto Patos, anunciava a chegada do novo VW-SP de forma inusitada: Traga o seu chapeuzinho vermelho para conhecer a toca do lobo.

DSC02662* Fontes: Wikipédia e Anúncio publicado na edição de 25/31 de dezembro de 1972 da revista Jornal dos Municípios em Revista, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

Compartilhe