INAUGURADO O CEASA

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

2No dia do aniversário de Patos de Minas, 24 de maio [1987], o produtor rural, especialmente o de produtos hortigranjeiros, foi presenteado com a inauguração do Centro Integrado de Abastecimento (CEASA) de Patos de Minas. Com uma área construída de 1.707 metros quadrados, o grande mercado está localizado no Bairro Jardim Paulistano, ao lado da Avenida Juscelino Kubitschek, distante aproximadamente 2,5 quilômetros do centro da cidade, tendo acesso por vias totalmente pavimentadas através da Avenida JK ou da Rua Dona Luiza.

“Aqui os produtores rurais encontrarão guarita para que os produtos dessa região deixem de fazer turismo, indo à capital do Estado para voltar a Patos de Minas”, disse o Secretário de Abastecimento de Minas, Sebastião Mendes Barros, durante a solenidade de inauguração do CEASA, realizada em frente ao mesmo. Mendes Barros disse ainda que o Centro Integrado de Abastecimento satisfaz a vocação agrícola de Patos de Minas e da Região. Segundo ele, é um propósito do governo a interiorização do CEASA em Minas Gerais.

Sebastião Mendes Barros atribuiu a realização da obra em Patos de Minas ao trabalho do Prefeito Arlindo Porto, do ex-deputado José Maria Vaz Borges, dos vereadores, dos líderes empresariais e dos deputados José Mendonça de Morais e Bernardo Rubinger de Queiroz, a quem chamou de “inteligência jovem que enobrece o parlamento mineiro”. Para o Secretário do Abastecimento, a comercialização de hortigranjeiros e demais produtos no CEASA não só beneficia o produtor, mas inclusive reduz os custos da alimentação. “O alimento é barato na porteira da fazenda, mas é caro, por circunstâncias alheias à nossa vontade, na mesa do consumidor”, observou.

A previsão de comercialização no CEASA-Patos é de 9.600 toneladas de hortigranjeiros por ano. Dentro do grande mercado, que possui uma divisão de espaço muito bem organizada, há módulos, boxes e lojas para variados comércios de gêneros alimentícios. O comércio atacadista hortigranjeiro, por exemplo, possui 16 lojas à sua disposição funcionando diariamente, além de 72 módulos. Já o comércio varejista permanente conta com 5 boxes metálicos para produtos hortigranjeiros.

O comércio atípico (açougues, pescado, frango, laticínios, biscoiteria, etc.), também permanente, funciona em 5 lojas. Há um supermercado no CEASA ocupando uma área de 410 metros quadrados, além de lanchonete, instalada num cômodo de 48 metros quadrados. O CEASA conta também com uma loja para insumos agrícolas, um posto bancário e um laboratório para análise de sementes e solos. No varejão, aos sábados, os comerciantes e produtores podem dispor de até 50 bancas de feira. Com todo este aparato, o CEASA-Patos tem tudo para se tornar uma ótima opção de venda para produtores e comerciantes e uma alternativa bastante viável para o consumidor patense.

O Centro Integrado de Abastecimento de Patos de Minas foi construído com recursos superiores a Cz$ 3 milhões, advindos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e do Governo do Estado, através do Programa de Cidades Intermediárias, com a participação das secretarias do Abastecimento, Planejamento e Obras Públicas, Prefeitura Municipal, Codeurb e CEASA-MG. No interior do CEASA-Patos encontra-se um quadro, onde deverão ser colocadas as cotações diárias dos diversos produtos ali comercializados.

Para o Presidente do CEASA-MG, Asdrúbal Teixeira de Souza Netto, o resultado da obra é uma série de benefícios diretos e indiretos que a mesma traz aos 120 mil habitantes do município de Patos de Minas. Ele entende que mesmo sendo a região vocacionada para o cultivo de grãos, a atividade hortigranjeira local ganhará um novo valor a partir de agora. Como benefícios, Asdrúbal Teixeira cita a “autosuficiência no abastecimento de hortigranjeiros, o estimulo ainda maior à produção agrícola, a melhoria nas condições de preço e qualidade dos produtos, a diminuição da intermediação desnecessária e a melhoria de renda do agricultor, com reflexos positivos para atacadistas, varejistas e consumidores”.

O Vice-Prefeito, Aldo Lino Silva, que falou em nome do Prefeito Arlindo Porto (também presente à solenidade de inauguração), usou da palavra para agradecer as autoridades presentes e disse que o CEASA-Patos representa uma vitória para o município. Ele espera que o funcionamento “a todo vapor” do CEASA se torne uma realidade, “para o engrandecimento de Patos de Minas e para a comodidade de nossas esposas e de todos aqueles que necessitam de um supermercado como este”.

Falaram ainda, durante a solenidade de inauguração, o Presidente do Sindicato Rural de Patos de Minas, José Ribeiro de Carvalho; o vereador Benedito Corrêa da Silva Loureiro, representando a Câmara Municipal e o Presidente da Associação Comercial e Industrial, Omar Rocha. Os três oradores enalteceram a importância da obra e fizeram referência aos seus benefícios. Depois do rompimento da fita simbólica, autoridades e demais presentes fizeram uma visita ao interior do CEASA.

* Fonte: Texto publicado com o título “Sem Turismo de Produtos” e subtítulo “O CEASA, inaugurado no dia 24 de maio, trará benefícios a produtores, comerciantes e consumidores patenses” na edição n.º 163 de 31 de maio de 1987 da revista A Debulha, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

* Foto: Saboressencial.ind.br.

Compartilhe