AGONIA VEGETAL NO BAIRRO SANTO ANTÔNIO

Postado por e arquivado em 2016, FOTOS.

Se vegetal tivesse sentimento, se uma amiúde folha do mais reles capim ou uma frondosa árvore pudessem exprimir suas agonias, eis que este pequeno espaço verde estaria em lágrimas fervorosas que escorreriam pela Avenida Padre Almir Neves de Medeiros e emocionariam a casa de justiça que está sendo erguida logo abaixo. É o inexorável progresso do concreto armado que está em contagem regressiva para eliminar do planeta este frescor vegetal cercado pela Avenida e pelas Ruas José Marques da Silva, Vereador Antônio Tolentino Caixeta e Angicos, no Bairro Santo Antônio.

DSC02998Texto e foto (22/07/2016): Eitel Teixeira Dannemann.

Compartilhe