ANUNCIADO O “EN CANTOS GERAES”

Postado por e arquivado em ARTES, EVENTOS, MÚSICA.

Com todos os seus custos cobertos pela Administração Municipal, devem chegar a Patos nos próximos dias as mil cópias do disco “Em Cantos Geraes”¹. Idealizado e projetado há pouco mais de dois anos por Marcinho Maciel, João Vicente Deocleciano Pacheco, Wilson Morais, José Roberto Cardoso e Carlos Alberto Donâncio Rodrigues (Xaulim), o disco reúne intérpretes filhos da terra: Carambola, Kátia Rabelo, Valdemar Gavião, Dalla, Vane Pimentel, Carlinhos Santana, Wagner Pereira, Neuzinha Morais, Luiz Carlos Esteves, Taquinho Noronha, Eduardo Barcelos (Dunga) e Gilmar Ribeiro.

“Em Cantos Geraes”¹ foi gravado entre abril e maio de 1986 nos estúdios da BEMOL, em Belo Horizonte. A prensagem do disco foi travada por quase dois anos, devido principalmente à crise do Plano Cruzado, quando a indústria fonográfica brasileira passou a recusar novos pedidos.  O projeto de se fazer o disco, no entanto, não foi abandonado, apesar das dificuldades enfrentadas. Sob a direção executiva de Carlos Alberto Xaulim, o projeto foi levado avante e está praticamente pronto, “graças ao Poder Público Municipal, que bancou todos os custos da produção”, segundo palavras do próprio Xaulim.

Para gravar “Em Cantos Geraes”¹ o Conselho Consultivo, formado pelos idealizadores do disco, contratou músicos qualificados – ex-integrantes das bandas “Sagrado Coração da Terra” e de Marco Antônio Araújo. Em Patos, além do patrocínio financeiro da Prefeitura Municipal, o Conselho Consultivo recebeu apoio da Fundação Cultural do Alto Paranaíba (FUCAP), da Casa da Cultura e de todos os profissionais e órgãos de comunicação da cidade.

No final da semana passada, Xaulim e os demais membros do Conselho faziam planos para lançar o disco durante a 30ª Fenamilho, provavelmente no dia 21 de maio, no Patos Social Clube. A confirmação de mais esta atração dentro da Festa do Milho/88 dependia do cumprimento de prazos. A empresa responsável pela industrialização das mil cópias de “Em Cantos”¹ prometera entregá-las até o último 12. “Mesmo ocorrendo algum atraso, será possível fazer o lançamento do LP no próximo dia 21”, acredita Xaulim.

Até o momento não houve participação de empresas patenses no projeto do disco, que é mais ousado do que parece. Com a venda do disco atual a preço de mercado – o Conselho Consultivo pretende formar um fundo, destinado a financiar a produção de outro LP com a participação de músicos patenses. Assim, ainda não está descartado o apoio financeiro das grandes empresas privadas de Patos de Minas. Tal apoio, segundo Xaulim comentou, poderia vir através da aquisição de um certo número de cópias pela empresa, o que possibilitaria a formação do fundo num curto espaço de tempo.

Para Xaulim, “a música é a veia mais forte da cultura patense” e o disco “Em Cantos Geraes”¹ servirá para que um número maior de pessoas em Minas e no Brasil tome conhecimento do trabalho musical desenvolvido em Patos. Xaulim faz questão de ressaltar o interesse demonstrado pelo Poder Público Municipal, através do Prefeito Arlindo Porto. “O disco não é nosso. É da prefeitura. É graças à Administração Municipal que ele pôde ser feito”, enfatiza.

* 1: A grafia correta é En Cantos Geraes. Leia “En Cantos Geraes” e “En Cantos Geraes e Seus Artistas”.

* Fonte: Texto publicado com o título “O Som Dos Patenses” e subtítulo “O disco ‘Em Cantos Geraes’¹, que reúne intérpretes patenses, poderá, poderá ser lançado durante a 30ª Fenamilho” na edição n.º 185 de 15 de maio de 1988 da revista A Debulha, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

* Foto: Capa do LP En Cantos Geraes, do arquivo de Wander Porto.

Compartilhe