1.º MAUSOLÉU DO CEMITÉRIO SANTA CRUZ

Postado por e arquivado em 2017, DÉCADA DE 2010, FOTOS.

O Cemitério Municipal Santa Cruz foi inaugurado em 12 de junho de 1911 e começou a funcionar em 28 de julho do mesmo ano com o sepultamento de uma criança do sexo masculino de dez meses de idade da localidade de Canavial (Mata dos Fernandes), filho dos lavradores José Honório da Silva e Jacinta de Jesus, vítima de moléstia desconhecida, de acordo com o registro¹. Três anos após a abertura do cemitério, Itagyba Augusto da Silva, membro da Família Ferreira da Silva, construiu em suas dependências o 1.º e majestoso mausoléu.

O advogado Itagyba Augusto da Silva nasceu em 18 de maio de 1884. Foi promotor de justiça aqui e em Carmo do Paranaíba. Atuou com intensidade na política como vereador tendo fortes vínculos com os Maciel através do casamento de filhos com membros da família ou com aliados partidários. Criador de gado, foi um dos responsáveis pela introdução da raça Zebu na região. Está ainda de pé o seu suntuoso palacete localizado ao lado da Catedral de Santo Antônio². Dr. Itagyba faleceu aos 89 anos de idade em 26 de julho de 1973.

A construção do mausoléu foi destaque na cidade. No corredor da principal entrada do cemitério, localiza-se entre as alas 7 e 8. A edição de 30 de agosto de 1914 do jornal O Commercio noticiou:

No cemiterio municipal d’esta cidade foi levantado a esforços de nosso progressista e intelligente conterraneo Exmo. Dr. Itagyba Augusto da Silva, um sumptuoso mausolèo para jazigo da familia “Ferreira da Silva” de que S. Excia. é um dos membros mais chegados.

O bello monumento é todo de marmore branco e cinzento, tendo 4 repartimentos e um ossuario, terminando, ao alto por uma especie de nicho que abriga uma bellissima e grande estatua de N. S. da Conceição.

A’ direita e á esquerda ha um gradil que cerca dois logares destinados à plantação de flores.

E’ um dos mais lindos mausolèos que conhecemos o qual custou cerca de 8:100$000, e è o primeiro cà para o centro.

Parabens á familia Ferreira da Silva pela iniciativa do embellezamento de nosso cemiterio.

* 1: Leia “Cemitérios”.

* 2: Leia “Palacete de Itagyba Augusto da Silva”.

* Texto e foto (20/04/2017): Eitel Teixeira Dannemann.

* Fonte: Arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

Compartilhe