VISTA DO PARQUE DO SABIÁ

Postado por e arquivado em 2014, DÉCADA DE 2010, FOTOS.

Apesar de a cidade ser uma representação do mundo moderno, capitalista e efêmero, com correria, desamor, dissabor, edificações brutas e zoeira, o que os olhos apreciam a partir da Avenida Afonso Queiroz no Bairro Morada do Sol é calmaria na luz do crepúsculo, que entra pela direita e pinta de dourado a cidade, numa profundidade iniciada com as ruas de um futuro loteamento mesclando natureza, asfalto e concreto. Agenor Gonzaga proclama: Os mais belos crepúsculos do mundo vi em ti, cidadezinha amada.

* Fonte e foto (Wellington Guimarães Barbosa – 2014): Do livro Patos de Minas Retratada – Seu Espaço, Seu Povo, Sua Cultura, sob coordenação de Geovane Fernandes Caixeta.

Compartilhe