RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA DE ROQUE TEIXEIRA PINTO

Postado por e arquivado em 2017, FOTOS.

No início da década de 1940 havia a Rua N.º 28 que ligava a Praça XV de Novembro à Avenida Paracatu. Naquela época, foi no início da citada rua (hoje n.º 76) que o construtor Roque Teixeira Pinto ergueu a sua simples e cômoda residência. Em maio de 2000, numa cortesia de Foto Heleno, a Prefeitura Municipal de Patos de Minas, através do MEC/Divisão do Patrimônio Histórico, afixou uma placa na fachada do imóvel com os seguintes dizeres: Edificada no final da década de 40. A composição da fachada frontal apresenta marcação dos vãos, a fachada é assimétrica. A estrutura é em alvenaria de tijolos.

Enquanto Roque Teixeira Pinto contribuía para o progresso de Patos de Minas com suas inúmeras construções (uma delas foi o Hotel Magnífico) e criava dignamente seus 8 filhos com a esposa Orieta Fernandes Pinto, numa região de pouquíssimas casas e muito mato, a Rua N.º 28, através da Lei n.º 483 de 20 de novembro de 1958, teve seu nome alterado para Rua João da Rocha Filgueira, e a Praça XV de Novembro, através da Lei n.º 524 de 12 de novembro de 1959, para Praça Champagnat. Para quem é conhecedor do futebol patense dos áureos tempos, três filhos do Roque fizeram nome nos nossos gramados: Nelito, Tonho do Roque e Pedro do Roque. Atualmente o imóvel é ocupado pela filha Orieta Maria (Maria do Roque) e seu marido Guilherme Bernardes.

* Texto e foto (04/06/2017): Eitel Teixeira Dannemann.

Compartilhe