RELÓGIO DA CATEDRAL DE SANTO ANTÔNIO NO INTERIOR DA TORRE

Postado por e arquivado em DÉCADA DE 2000, FOTOS.

Mesmo não havendo registros históricos sofre o assunto, é certo que até o ano de 1913 a primeira Matriz não possuía relógio na torre. Este fato é abalizado por uma matéria publicada no dia 12 de outubro daquele ano no jornal O Commercio, de propriedade de Alfredo Borges. O texto informa que um grupo de abnegados se uniu para a compra de um relógio, sendo relatados os nomes, os valores doados, a empresa vendedora e as características do instrumento¹.

Em 13 de junho de 1934 foi lançada a pedra fundamental da nova Matriz. Em 13 de junho de 1942 a nova Matriz é aberta, provisoriamente, ao culto. Em 13 de junho de 1954, já com o interior todo pronto, exatamente vinte anos após o lançamento da pedra fundamental, é aberta definitivamente. Foi nessa época que o relógio da antiga Matriz foi transferido para a nova Matriz – que em 23 de abril de 1955 passou a ser denominada Catedral de Santo Antônio – e lá está até hoje em pleno funcionamento. O registro é do ano de 2000.

* 1: Leia “Sobre a Compra de um Relógio Para a Torre da Antiga matriz”.

* Texto: Eitel Teixeira Dannemann.

* Foto: Do livro Patrimônio de Santo Antônio: Do Sítio ao Templo, de Sebastião Cordeiro de Queiroz.

Compartilhe