SÍMBOLO PATENSE PROPOSTO PELO JORNAL DOS MUNICÍPIOS EM 1956

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

“O Trabalho Tudo Vence”. É a divisa que escolhemos para o Símbolo do Município de Patos de Minas e que, hoje, prazeirosamente, submetemos à apreciação das autoridades Executivas e Legislativas e do povo em geral. Quando procurávamos inspiração para a confecção do Símbolo que representasse o histórico, o presente e o futuro do nosso Município, procuramos elaborar um esquema e cuja apresentação , passamos a fazer:

HISTÓRICO – Aqui, segundo realidade histórica, “existiam à beira de uma lagôa, muitos patos”. Nesta pequena frase encontramos o Símbolo, que encima o presente trabalho. O pato deve ser o nosso símbolo. Procurando dar estética ao mesmo, encontramos uma solução adequada: que fosse desenhado com as asas abertas, como ao iniciar um vôo, porquê? Simples.

LIBERDADE – Liberdade de ação. Patos de Minas, é como um pássaro ao ensaiar o vôo rumo ao azulado e límpido céu brasileirão. Patos de Minas é como um pássaro a revoar livremente, as verdejantes matas do Brasil, nada o detém, nada o deterá, rumo à seára do progresso.

TORRE DE UM CASTELO: VIGILÂNCIA – Patos é como uma muralha, é um fortim, com seus filhos unidos em defesa de seu patrimônio moral, familiar, cultural e espiritual. Aqui existe cimentada a argamassa que nos torna u’a muralha intransponível.

CINCO ESTRELAS – A maior, resplandecente, como a lembrar a luminosidade de um cometa, representa a sede do Município, é a cidade de Patos de Minas, é o centro irradiador. As quatro outras, representam os nossos distritos, Lagôa Formosa, Chumbo, Guimarânia, Santana de Patos, são os satélites que tornam grande o nosso município.

CATEDRAL: A FÉ, A RELIGIÃO – O arcabouço moral e espiritual do grande povo patense.

RIO PARANAÍBA – Lá vem o nosso misterioso Paranaíba, grande, roteiro obrigatório dos valentes bandeirantes de outrora, essência da nossa própria […].

FEIJÃO-MILHO-ARROZ-PECUÁRIA – Alicerce em que se assentam, presentemente, a nossa grandesa econômica, fator preponderante do nosso desenvolvimento.

“LABOR OMNIA VINCIT” – Será, se Deus quizer, a divisa oficial do Município de Patos de Minas e de seu povo trabalhador. Temos certeza que doravante esta divisa ficará gravada. E esperamos que os nossos filhos, os filhos de nossos filhos possam um dia fazer dela, a sua meta, o seu escudo. Receba Patos de Minas! Êste Símbolo, esta divisa. Nós procuraremos seguí-la, objetivando torná-la a maior cidade do Estado de Minas.

NOTA: A proposta não foi acatada pelo poder público.

* Fonte e foto: Texto publicado na 1.ª edição do Jornal do Municípios, de 24 de maio de 1956, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

Compartilhe