COISAS DO FUTEBOL

Postado por e arquivado em CANTINHO LITERÁRIO DO EITEL.

A década de 1950 foi a época de ouro do nosso futebol, o apogeu, tempo em que desfilavam pelos gramados de Mamoré, URT e Tupi jogadores que fariam bonito em qualquer time grande do país, jogadores que entravam em campo com a única satisfação de defender a camisa do time, muitas vezes colaborando financeiramente com o Clube. Principalmente os dois primeiros vararam a década disputando a primazia de ser o bambambã não só da cidade, mas do Alto Paranaíba e adjacências, incluindo aí o Triângulo e o Noroeste. Cada um tinha suas artimanhas, com treinadores e dirigentes aprontando barbaridades no linguajar e nos trejeitos. Ex-jogadores daquela época juram de pés juntos que um conhecidíssimo técnico assim orientava sobre o pênalti a ser cobrado:

– Vocês têm que bater onde o goleiro não está!

Dizem que um dia um médico famoso levou o filho para treinar na URT. Lá estava um dos fundadores do Clube apreciando o treino. O doutor encostou e disse:

– Aquele garotão lá é meu filho, ele sempre falou que quando crescesse seria jogador de futebol.

O inquirido não pestanejou e soltou essa:

– Bem, pelo menos ele cresceu!

Com a década de ouro do futebol patense chegando a seus meados, em fevereiro de 1956 surgiu a Liga Patense de Desportos, tendo como primeiro presidente o Dr. Fernando Corrêa da Costa¹. No final do ano a Liga promoveu o primeiro campeonato oficial de futebol da cidade. Os participantes foram Mamoré, URT e Associação Atlética Patense, sendo o Mamoré o 1.º campeão². Na preparação dos times, a empolgação era geral entre jogadores, dirigentes e torcedores. Afinal, era o primeiro campeonato da Liga e cada um dos três queria ser o campeão. Lá para as bandas do Brejo, um dirigente estava se deliciando com o treino dos craques. Querendo demonstrar total interesse pelo que estava acontecendo, chegou ao técnico e perguntou:

– E aí, satisfeito com os nossos atletas?

O treinador, serenamente, respondeu:

– Sim, só está faltando o entrosamento.

O empostado cartola respirou longamente, fez um pigarro e lascou:

– Não se preocupe, vamos contratá-lo ainda nesta semana!

* 1: Leia “Fundada a Liga Patense de Desportos”.

* 2: Leia “Mamoré – O 1.º Campeão da LPD” e “Mamoré: O Primeiro Campeão”.

* Texto: Eitel Teixeira Dannemann (Traquitanas Patenses).

* Foto: Pt.clipartlogo.com.

Compartilhe