JOIOS HUMANOS NO PARQUE DO MOCAMBO

Postado por e arquivado em FOTOS, MAZELAS.

O Parque do Mocambo é o nosso reduto público mais aprazível. E esse mais aprazível é apenas para quem aprecia Natureza, pois tem os concretomaníacos que não passam nem na porta de entrada. Às duras penas, dependendo da boa vontade de cada gestor, o Parque vai se mantendo e com algumas melhoras evidentes, apesar de que presenciar os pedalinhos fora d’água e ouvir o som destoante de música da pior espécie que ecoa do restaurante em direção aos ouvidos de quem quer é ouvir o som da Natureza é duro de aceitar. Mas, pior que isso, como sempre, é o ser humano visitante e a sua falta de educação, de cultura. Os gestores tiveram a preocupação de espalhar por toda a área uma quantidade enorme de cestos de lixo. Será por que os gestores tiveram a preocupação de espalhar por toda a área uma quantidade enorme de cestos de lixo? Os representantes do joio humano não sabem o porquê. E aí, lá em cima, nas deliciosas trilhas calçadas, vê-se todo tipo de porqueira jogada à Natureza, deixado em cima das mesas, a poucos metros de um cesto de lixo, como nesse exemplo. E lá embaixo, cuidado para não lambuzar a sola de seu calçado com a bosta dos cães de outros joios humanos.

* Texto e foto (03/03/2019): Eitel Teixeira Dannemann.

Compartilhe