INAUGURADA A NOVA CADEIA PÚBLICA

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

Com o título “Inaugurada a Nova Cadeia Pública de Patos de Minas” e subtítulo “Presídio terá capacidade para abrigar 74 presos”, a edição de 19 de setembro de 1998 do jornal Folha Patense informou:

Depois de mais de 10 anos de promessas políticas, finalmente foi inaugurada a Cadeia Pública de Patos de Minas, denominado “Colônia Penal Sebastião Satiro”, em homenagem a um dos fundadores do PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro de Patos de Minas. A inauguração aconteceu na última quinta-feira, dia 17, com as presenças de diversas autoridades, entre elas a dos Secretários de Estado da Justiça, Castellar Guimarães e de Segurança Pública, Santos Moreira.

Construído no Setor Industrial 3, próximo ao trevo da BR-365 e MGT-354, o prédio tem seis mil metros quadrados de construção e capacidade para abrigar 74 apenados, sendo 60 em 10 celas, para o cumprimento de penas em regime fechado, e mais 14 vagas na sala de albergados. A obra custou R$ 600 mil numa parceria entre os governos Federal e Estadual. A União entrou com R$ 350 mil e o Estado com R$ 250 mil. A prefeitura doou o terreno para a Colônia Penal. Depois que estiver funcionando, o presídio vai empregar 50 pessoas, entre agentes penitenciários e funcionários administrativos, segundo informou o diretor do presídio, Ronan de Bessa Caixeta.

De acordo com o Secretário de Justiça Castellar Guimarães, o novo presídio será um centro para a ressocialização dos presos. “Esta é uma mudança significativa no sistema prisional de Minas Gerais, pois não trata-se apenas de um presídio, mas de um local onde profissionais treinados estarão empenhados em dar melhores condições de vida aos internos”, disse acrescentando que 27 unidades já foram inauguradas em todo o Estado.

Mesmo pronto, ainda não se sabe quando os presos serão transferidos para o novo presídio. Segundo o Delegado Regional de Polícia, Antônio de Freitas, a Polícia Civil está preparada para o translado, assim que a justiça decidir a transferência. “Estamos à disposição”, prontificou-se. Atualmente 56 presos cumprem pena no precário prédio da Cadeia Pública, localizada no centro da cidade.

* Fonte: Jornal Folha Patense.

* Foto: Patosurgente.com.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

captcha

Please enter the CAPTCHA text