CREDO!

Postado por e arquivado em É VERDADE OU MENTIRA?.

Esta aconteceu em 1987. Jarbas Cambraia era Secretário de Administração do Governo Municipal Arlindo Porto. Entra uma senhora acompanhada de uma criança, em sua sala, e solicita-lhe um emprego para seu marido. A criança, antes mesmo da mãe acomodar-se na cadeira, começou a choramingar.

A senhora levanta, naturalmente, a blusa, pega a criança e começa a dar-lhe de mamar. Daí a pouco, a criança desce do seu colo, anda pela sala e choraminga novamente. Ocorre a mesma coisa: a senhora coloca a criança no colo, tira o outro seio e consegue assim fazê-la calar a boca.

E o assunto continua:

– Pois é, Dr. Jarbas, o Arlindo mandou “eu procurar” o senhor. Ele me garantiu o emprego.

Aí a criança desce do colo. E distraidamente, conversando com o Secretário, a senhora acaba ficando com os dois seios de fora. Nesse momento, entra na sala o José Luciano, o Bigode, e, assustado com aquela cena, sai fechando a porta, dizendo:

– Credo!

*  Publicado em “Patos de Minas – Histórias que  até parecem estórias…”, de Donaldo Amaro Teixeira e Manoel Mendes do Nascimento (1993). Ilustração de Ercília Fagundes Moura.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

captcha

Please enter the CAPTCHA text