SINDICATO DA CONSTRUÇÃO CIVIL E O JORNAL FOLHA DE PATOS ENALTECEM O ESTADO NOVO

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

Tiveram lugar, nesta cidade, no dia em que se aniversáriou, mais uma vês, o Estado Nacional¹, vários festejos comemorativos da grande efeméride.

Das solenidades realizadas, a patrocinada pela classe trabalhista se apresentou verdadeiramente grandiosa. Constituiram, então apoteótica afirmação de civismo, a formidavel passeata e a sessão solene, promovidas pelo vitorioso Sindicato Operário em Construção Civil, com os francos aplausos de toda a classe conservadora de Patos.

Naquele dia, pois, sob a aclamação do povo, por diversas ruas passou o comício operário. A’ frente da grande massa humana era carregado o retrato de S. Excia. o Presidente Vargas e ainda se viam disticos alusivos à grande data.

Após entusiastica passeata realizou-se, na sede do Sindicato, empolgante sessão solene. Presidiu a mesma o Exmo. Snr. Juiz de Direito², nela tomando parte o Exmo. Snr. Prefeito Municipal e Senhora³ e outras autoridades.

Vários oradores, operários, foram ouvidos. E ao término da sessão, congratulando-se com os trabalhadores, dirigiu-lhes a palavra o Snr. Prefeito.

Assim finalizaram as festividades, às quais assistiu toda a cidade, numa exaltação civica de rara expressividade.

* 1: Em 10 de novembro de 1937, através de um golpe de estado, Getúlio Vargas, instituiu o Estado Novo, que vigorou até 31 de janeiro de 1946, a conhecida Era Vargas.

* 2: Aristides Alves Pereira.

* 3: Clarimundo José da Fonseca Sobrinho e Florescena Borges da Fonseca.

* Fonte: Texto publicado com o título “O 10 de novembro em nossa terra” na edição de 16 de novembro de 1941 do jornal Folha de Patos, do arquivo da Fundação Casa da Cultura do Milho.

* Foto: Primeiro parágrafo do texto original.

Compartilhe