POEMA

Postado por e arquivado em ARTES, LITERATURA, WILSON PEREIRA.

Não
o estrondo
da bomba

sim
o grito de
suas vítimas

rasga o silêncio
de todos nós.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

captcha

Please enter the CAPTCHA text