TELEFONES À VENDA EM 1993

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

TELEFONEAs linhas telefônicas já valeram muito dinheiro em Patos de Minas, assim como em todo o Brasil. Sobre esse disputado mercado de então o jornal Folha Patense publicou matéria com o título “CTBC está vendendo telefones em Patos”, em sua edição de 08 de maio de 1993, na qual diz o seguinte:

Enquanto o mercado paralelo de telefones continua estagnado em Patos de Minas, por falta de oferta, a CTBC (Companhia de Telefones do Brasil Central) tenta realizar negócios. A empresa já colocou à venda cerca de 80 a 100 terminais telefônicos de prefixo 821 e 822. Segundo informação do Consultor Regional da CTBC em Patos, Lásaro José Soares, a companhia tinha terminais disponíveis e decidiu colocá-los no mercado. “Obedecendo a uma política da empresa, esses terminais somente estão sendo vendidos à vista”, explica o Consultor.

Cada telefone custa CR$ 36,43 milhões na CTBC. Atualmente, estão instalados e funcionando em Patos de Minas 12.064 terminais, sendo 10.000 com prefixo 821 e o restante, 822. Em toda a Regional, que engloba outros municípios, distritos e povoados, estão instalados 19.144 telefones.

De acordo com Lásaro Soares, não há no momento perspectiva de lançamento, pela empresa, de um Plano de Expansão. Ele observa, entretanto, que a CTBC está estruturada para atender o mercado, caso haja uma demanda por telefones em Patos. Para atender uma demanda por novos terminais, a CTBC teria que ampliar o número e a capacidade das centrais existentes em Patos. “A ampliação das centrais requer um certo tempo, exatamente para se fazer as adequações técnicas necessárias”, explica Lásaro Soares.

O Consultor diz que a CTBC tem sempre interesse em comercializar a utilização de novas linhas. Sente-se, no entanto, que a empresa não detectou ainda uma demanda que justifique um Plano de Expansão do Sistema de Telefonia em Patos.

* Fonte: Arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

1 Foto: Pt.org.br.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

captcha

Please enter the CAPTCHA text