JOSÉ RANGEL SORTEIA UM CARRO FORD EM 1925

Postado por e arquivado em HISTÓRIA.

JOSÉ RANGELO Sr. Josè Rangel emprezario da Auto-Viação Patense e representante n’esta Cidade da acreditada Companhia Americana fundado por Henry Ford, sobre ser um perfeito cavalheiro, admirado por todos que tem o prazer de conhecel-o de perto, é um administrador intelligente, servido por um possante e disciplinado espirito que o faz uma das actividades  mais efficientes e fecundas de nosso Municipio.

Este homem que deve constituir um suggestivo exemplo para os paraliticos da vontade, pelo extraordinário senso pratico que o dirige, no intuito louvavel de proporcionar à sociedade patense alguns momentos de emoção forte, de prazer e de alegria, soccorreu-se do pretexto do sorteio de um automovel Ford¹ por elle organisado, para reunir-se todas as nossas classes sociaes em intimo e amistoso convivio, donde pudesse resultar algum estimulo à propaganda que criteriosamente vem desenvolvendo em prol da excellente machina, vehiculadora do progresso.

No Domingo ás tres horas da tarde, grande numero de pessôas representantes de todas as classes sociaes, acampanhados da banda de musica S. Cecilia, dirigiram-se, anciosos, para a sede da Auto-Viação, onde o Sr. Rangel, com arte e bom gosto construiu suas optimas officinas e um explendido predio para mostruario dos produtos automobiliticos.

Ali, a anciedade era geral. Todos aguardavam com muita curiosidade, o momento solemne em que a sorte iria decidir a quem pertenceria o magnifico e elegante Ford que, todo florido, là estava em exposição esperando que o felizardo o retirasse para a vertiginosidade, para a lucta.

O sorteio foi feito em um ambiente de risos e de flores, pelo Dr. Augusto Gonçalves, illustre engenheiro e pelo vigario local, Conego Dr. Manuel Fleury Curado, que com voz calma e firme iam tirando de duas urnas os bilhetes.

Foram alguns momentos de funda emoção. As senhoras e senhorinhas, que là se achavam, emprestando realce, fulgor e encantos áquella festiva reunião, bem como os distinctos cavalheiros presentes acompanhavam com o mais vivo interesse o sorteio.

Depois de quasi esgotadas as urnas, quando muitos já estavam desiludidos e que só faltavam seis bilhetes, houve um momento de suprema emoção – fora premiado o n.º 51, que havia sido comprado pelo Capm. Josè de Sant’Anna.

Antes de entregar o carro ao Capm. José de Sant’Anna o Sr. José Rangel convidou as distinctas Senhorinhas, que concorreram para o maior exito do sorteio, vendendo os bilhetes, para acompanhal-o em um paseio pela Cidade, estreando o explendido Ford. Foi uma nota alegre n’aquella calorosa tarde de Domingo a reunião que o Sr. Rangel proporcionou á nossa sociedade.

Ao distincto cidadão felicitamos pelo exito alcançado com a bella e util iniciativa, fazendo votos para que momentos, assim, de alegria e de prazer, se reproduzam innumeras vezes, distillando no espirito entristecido de nossa gente o grande enthusiasmo vencedor de preconceitos e creador de energias.

NOTA: Em homenagem a José Rangel, a Estação Rodoviária e uma rua do Bairro Brasil receberam o seu nome.

* 1: Veja a foto do sorteio em “José Rangel Sorteia um Carro em 1925”.

* Fonte: Texto publicado com título Sorteio Ford na edição de 22 de novembro de 1925 do Jornal de Patos, do arquivo do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão de História (LEPEH) do Unipam.

* Foto: Da edição de 18 de outubro de 1978 do Boletim Informativo da Gráfica e Papelaria Olivieri, do arquivo de Newton Morais Andrade.

Compartilhe